Marca Maxmeio

Entrevistado do Mês

Davi Severino de Mendonça - Vice-Presidente

Entre os próximos dias 31 de outubro e 02 de novembro, o vice-presidente do Jiqui Country Club, Davi Mendonça, vai participar do 20º Congresso Brasileiro de Clubes, em Campinas/SP, promovido pela Confederação Brasileira de Clubes.

Esta será a segunda participação de Davi no evento que reuni mais de 600 congressistas, representantes de clubes de todo o Brasil.

Para informar aos sócios sobre a importância da participação do Jiqui no CBC, o vice-presidente concedeu a seguinte entrevista.

Jiqui Country Club - Qual a importância da participação do Jiqui no Congresso Brasileiro de Clubes?

Davi Mendonça - O CBC é o maior e mais completo evento do segmento. Lá, os dirigentes de clubes têm acesso a palestras técnicas e motivacionais, além de discutir temas de interesse de suas instituições e trocar experiências. Aprendemos sobre estratégia, qualidade, inovação e talentos.

JCC - Desde quando o Jiqui é filiado à Confederação Brasileira de Clube e quais são as vantagens de ser filiado?

DM - Nos filiamos à CBC na segunda gestão de Dr. Raimundo Paiva, e a Confederação nos oferece assistência em muitos aspectos, como por exemplo na assessoria jurídica, com a atualização das legislações pertinentes ao segmento.

JCC - E quanto ao treinamento de pessoal? A CBC também oferece assessoria nesse campo?

DM - A Confederação realiza, anualmente, um fórum direcionado a gerentes e gestores de clubes. Para a edição do evento em 2010, que deve acontecer em maio, o presidente Manoel Augusto do Nascimento Filho tem planos de enviar um ou dois funcionários do Jiqui.

JCC - Esta será a segunda vez que o senhor participa do Congresso Brasileiro de Clubes. Como o senhor define o nível do Jiqui diante das instituições que conheceu e com as quais manteve contato durante o evento no ano passado?

DM - Como clube social estamos em um nível intermediário. O CBC reúne grandes clubes do Brasil. No Sul e no Sudeste, os clubes são muito fortes, porque, em muitas cidades, eles são praticamente as únicas opções de lazer. Mas, nos avalio como clube intermediário no que diz respeito ao potencial econômico, pois em estrutura física e tradição não deixamos nada a dever.

JCC - Quais são suas expectativas para o CBC deste ano?

DM - Acredito que serão abordadas questões para esse período pós-crise. Perspectivas, prioridades e investimentos para 2010.

Entrevista concedida a jornalista Ilana Albuquerque
Assessora de Imprensa

« Voltar

Jiqui no facebook